A institucionalização do jeitinho

Em menos de uma semana de iniciado, o campeonato paraense já teve de tudo: ameaça de suspensão, jogo adiado por causa de estádio que não está pronto, pressão nos bastidores, rodada começando antes da anterior terminar… Um verdadeiro carimbó do caboclo alucinado. Sinal de que o tal “campeonato mais forte e equilibrado dos últimos anos” já começa tão bem organizado quanto uma força-tarefa da Suat dos Trapalhões.

A última grande bagunça foi relacionada ao jogo Independente x São Raimundo, inicialmente marcado para este domingo em Tucuruí. Mas no final da manhã desta sexta-feira, dois dias antes da peleja, foi batido o martelo: a partida mudaria de local ou de data porque o estádio Navegantão não está liberado pelos órgãos de segurança responsáveis pelas vistorias. A notícia surpreendeu muita gente, já que não se falava que o Navegantão tivesse problemas. A questão é que o estádio nunca foi liberado de fato e muitos veículos de comunicação se limitaram a repetir dizer amém à diretoria do Independente, que fazia toda a pressão necessária para manter o jogo em Tucuruí enquanto obras continuavam acontecendo. Agora há pouco foi confirmado: o jogo passou para terça-feira no Baenão, em Belém.

O estádio Colosso do Tapajós, em Santarém, também tem pendências para ser liberado. Por isso a estreia do São Raimundo, que deveria ter sido no domingo passado, dia 17, foi adiada duas vezes e acabou sendo disputado somente na tarde desta sexta, dia 22, depois que a segunda rodada já havia começado. A liberação do estádio esbarra no seguinte: a prefeitura de Santarém, que administra a praça esportiva, se recusou a assinar o termo de ajuste de conduta com o Ministério Público porque perderia acesso a verbas federais. Por isso, o Pantera teve que estrear em Belém.

E parece que esses pequenos ajustes não vão acabar agora. Quase nenhum estádio foi liberado pelo Corpo de Bombeiros e pela Polícia Militar: apenas Baenão e Curuzu, em Belém, e Parque do Bacurau, em Cametá. Nem o Zinho Oliveira, onde o Águia de Marabá vai mandar seus jogos. Nem o Maximino Porpino, em Castanhal, onde o Santa Rosa pretendia jogar. Nem o Mangueirão, que era o suposto trunfo da candidatura de Belém para sediar a Copa do Mundo de 2014. Nenhum está pronto. Todos passam por “obras emergenciais” para dar aos torcedores as condições de segurança razoáveis. É a institucionalização do jeitinho. Enquanto os clubes e órgãos públicos dão um jeitinho para aprontar os estádios, a Federação Paraense de Futebol faz o mesmo com a tabela do campeonato. Agora fica a pergunta: por que as obras não foram feitas antes? Os clubes paraenses estavam se atividades profissionais há bastante tempo. O São Raimundo, o último a fazer jogos oficiais na temporada 2009, jogou até novembro. O Paysandu estava “de férias” desde agosto. O Remo, desde abril. Seja por pindaíba ou má vontade dos clubes, o fato é que o torcedor parece ainda não ser prioridade.

*******

O Remo estreou no Parazão com uma goleada incontestável sobre o Ananindeua: 6×0. Espantou o fantasma dos últimos dois anos, quando começou o campeonato paraense com derrota, e também deu ao torcedor remista uma estrondosa euforia. O Leão realmente teve uma atuação empolgante, com destaque para os meias Fabrício Carvalho, Gian e Vélber e para o atacante Samir. E quem pensava que o resultado só foi tão fácil por causa da fragilidade do adversário foi contrariado pela vitória do Ananindeua sobre o Águia na segunda rodada: 4×3. Mesmo assim, ainda é cedo para fazer avaliações mais definitivas sobre o Remo. Já dá pra perceber que a longa temporada de amistosos no ano passado não foi tão à toa. A base do time está entrosada e foi reforçada com boas contratações. O Leão volta a campo neste domingo, dia 24, para enfrentar fora de casa o Cametá, campeão da primeira fase e principal candidato a surpresa do interior em 2010. Vai ser o primeiro grande teste do Remo neste campeonato.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: