Sobre Remo x Flamengo

 – Nos treinos após a vitória sobre o Castanhal pelo Parazão, o técnico do Remo Artur Oliveira não escondia a preocupação com o lateral do Flamengo Léo Moura. Tanto que tinha até pensado num esquema tático diferente para conter os avanços do ala ao ataque. Sorte ou simples traquinagem do destino, Léo Moura está entre os titulares poupados por Cuca para o jogo desta quarta-feira. Artur deve agradecer ao colega flamenguista ou se preocupar com o substituto?

 

– Falando em Artur, o técnico remista cometeu uma gafe involuntária ontem à noite. Foi ao aeroporto buscar o filho que chegava de Rio Branco, mas acabou dando de cara com centenas de torcedores rubro-negros que esperavam a chegada do Flamengo para tietar os jogadores. Artur ficou visivelmente sem graça ao perceber a situação, mas deu sorte por ter encontrado muitos fla-remistas no saguão de desembarque.

 

– O técnico Cuca driblou as entrevistas na chegada a Belém, apesar de ter uma história na cidade. O Remo foi um dos últimos clubes do ex-craque do Grêmio na carreira como jogador. Em 1994, o então meia-atacante marcou dois gols na campanha do Leão no campeonato brasileiro da série A. Um deles foi uma pintura na goleada de 5×1 em cima do Cruzeiro em pleno Mineirão. Em 1999, já como treinador, Cuca voltou a Belém no comando do Avaí para enfrentar o Remo. O Leão venceu por 7×1 e Cuca talvez tenha se arrependido de existir naquela noite. Em 2001, Alex Stival foi contratado para comandar o Remo, que andava entre trancos e barrancos na série B. Perdeu um Re-Pa na Curuzu e caiu com o time para a lanterna do campeonato, mas comandou uma reação com quatro vitórias consecutivas. Só que algumas rodadas mais tarde, perdeu três jogos consecutivos e pediu o boné. Sem Cuca, o Remo conseguiria se livrar do rebaixamento para a série C apenas na penúltima rodada. O treinador voltaria à cidade em 2005, comandando o Coritiba num jogo pela série A contra o Paysandu. A partida foi na semana anterior ao Círio de Nazaré e Cuca trabalhou vestindo uma camisa com a imagem de Nossa Senhora. A proteção da padroeira não adiantou e o Coxa perdeu por 3×1 para o Papão.

 

Confira o jogo em que Cuca arrepiou com a camisa do Remo:

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: