Vocabulário da crônica esportiva paraense #01

Canícula – originalmente, é o nome de uma estrela. Segundo este dicionário online, um dos significados da palavra é “estação calmosa, em que essa estrela e o sol estão em conjunção”. Os radialistas paraenses, no entanto, preferem utilizar outro sentido do vocábulo: calor. E como o Pará sofre com as altíssimas temperaturas de qualquer região subequatorial, é extremamente comum o uso desta palavra por radialistas que querem demonstrar que têm vocabulário.

 

Aplicação: “Remo e Paysandu entram em campo logo mais debaixo de uma forte canícula nesta tarde de domingo”.

 

Flancos – é uma expressão muito utilizada em circunstâncias militares, pois se refere ao lado de um exército. Mas no Pará, é adaptada no futebol. É usada geralmente por radialistas das antigas e por treinadores medianos que tentam emplacar na carreira com um papo meio “sábio”.

 

Aplicação: “Como os laterais da minha equipe têm características ofensivas, tenho que aproveitar para jogar pelos flancos”.

 

Entregue ao DM – as duas letrinhas formam a sigla de departamento médico e são utilizadas mesmo quando um clube não tem uma sala para o atendimento dos jogadores. Se um jogador se machuca num treino e fica fora dos gramados, ele é “entregue ao DM”, ainda que o clube não tenha um médico.

 

Aplicação: “O centroavante Rabicó torceu o tornozelo e foi entregue ao DM do clube”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: